Campanha Eletrolixo beneficia pessoas e o meio ambiente em Teresina - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

20 de nov. de 2021

Campanha Eletrolixo beneficia pessoas e o meio ambiente em Teresina



Uma campanha que age duplamente pelo bem. A natureza agradece com a destinação correta do lixo eletrônico, um problema global que precisa de atenção. Além disso, é possível transformar vidas com a capacitação de jovens para o mercado de trabalho em uma área que só cresce, a de tecnologia da informação. Essa é a Campanha Eletrolixo.






A iniciativa começou com uma ação do Rotary Club de Teresina Fátima, que logo agregou os demais clubes da capital para participar de uma grande mobilização para recolher lixo eletrônico. Para isso, a entidade internacional conta com o apoio e promoção do Grupo Meio Norte de Comunicação, através de jornal, rádios, redes de televisão e portal.







Campanha Eletrolixo arrecada lixo eletrônico e usa em cursos (Foto: Raissa Morais)


Todo o material é destinado para o Movimento pela Paz na Periferia (MP3), que realiza um trabalho de resgate de jovens infratores a partir da qualificação profissional. "A campanha começou em 2014 de forma bem tímida. As mulheres do Rotary Clube de Teresina Fátima vislumbraram no descarte inadequado do lixo eletrônico em uma oportunidade de servir", explica Ana Karinna, presidente do clube que iniciou a ação.

Em 2021 não será diferente e o objetivo é dobrar a meta. O recolhimento do lixo eletrônico será viabilizado através de uma parceria entre o Grupo Meio Norte, Rotary Club e Governo do Estado do Piauí, através da Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc-PI).

A população deve abraçar essa ideia e fazer a doação de lixo eletrônico, que corresponde a materiais como notebooks, computadores, estabilizadores, smartphones, tablets e demais dispositivos que sejam considerados inservíveis. Os pontos de recolhimento ainda serão divulgados.

Campanha já arrecadou 55 toneladas de lixo eletrônico

É cada vez mais fácil adquirir aparelhos eletrônicos e outros serem descartados. Isso é um grande problema ambiental quando não há a destinação correta. A união com o MP3, que é uma entidade do terceiro setor, impede que o lixo eletrônico vá aos lixões, prejudicando a natureza e as pessoas com a contaminação de metais pesados. O material recolhidos é usado nos cursos oferecidos pela ONG. Ao todo, a campanha já recolheu mais de 55 mil quilos em todos esses anos.

ONG MP3 disponibiliza cursos para a comunidade (Foto: Raissa Morais)

"Os jovens têm acesso a cursos de montagem de computadores e outros cursos. É um trabalho que cuida do meio ambiente e promove um futuro melhor para os jovens", acrescenta.

O papel da Rede Meio Norte e demais meios de comunicação do GMNC é essencial na divulgação desta boa iniciativa. “Nossa parceria com o Rotary começou em 2015 com o slogan 'com o bem que você se desfaz a gente faz o bem'. Essa união permitiu uma expressiva quantidade de lixo recolhida, com mais de 34 toneladas. Agora vamos retornar a dar ampla divulgação à campanha, como fizemos anteriormente", aponta José Osmando de Araújo, diretor de Jornalismo do conglomerado de mídias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI