Dois anos após morte de Gugu, filhos manifestam desejo de doar órgãos - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

21 de nov. de 2021

Dois anos após morte de Gugu, filhos manifestam desejo de doar órgãos

 


No dia em que se completa dois anos da morte de Augusto Liberato, o Gugu (1959-2019), os filhos do apresentador com Rose Miriam Di Matteo reforçaram a campanha de incentivo à doação de órgãos. João Augusto, 20, e as gêmas Marina e Sofia, de 17 anos, compartilharam um vídeo neste domingo (21) na conta do Instagram Gugu Vive explicando um pouco a ação que buscam promover.

"Hoje faz dois anos da morte do Gugu, o meu pai", diz Marina. Em seguida, João comenta o fato do apresentador ter deixado um exemplo ao Brasil ao ter seu desejo de doar os órgãos atendido pelos familiares. "Um único doador pode ajudar dezenas de pessoas e trazer paz e alegria para muitas famílias", completou Sofia.

Em seguida, João conta que tanto ele quanto as irmãs seguirão o exemplo do pai e também se tornarão doadores de órgão. O trio, então, convida os internautas a fazer parte dessa campanha, manifestando o desejo de doar os órgãos por meio de um vídeo divulgado na rede social.

O texto que acompanha o vídeo fala sobre a importância do gesto. "Com a pandemia, as doações de órgãos caíram drasticamente. Mas, incentivamos as famílias a autorizarem a doação quando for a hora. Pela nossa experiência, a dor de uma família pode ser atenuada com este ato de amor", diz trecho do conteúdo.

O vídeo dos três juntos pode significar que os rumores que os irmãos estariam brigados devido a divergências relacionadas a herança milionária deixada por Gugu pode ter chegado ao fim, como sinalizou Marina nesta quarta-feira (17). Ao responder a um internauta sobre o motivo pelo qual "é brigada com o irmão e não fala mais com ele", a jovem afirmou: "A gente não está brigado e falei com ele hoje".

MORTE
Gugu Liberato, 60, teve a morte anunciada no dia 21 de novembro de 2019. Ele morreu em um hospital em Orlando, no estado americano da Flórida, onde foi internado no dia anterior ao falecimento dele. O apresentador, que morava em um condomínio nos arredores da cidade, caiu de uma altura de quatro metros, quando fazia um reparo no ar-condicionado instalado no sótão.

O apresentador foi encaminhado ao hospital Orlando Health Medical Center. Devido à gravidade de seu estado, não foi indicado qualquer procedimento cirúrgico. Durante o período de observação, foi constatada a ausência de atividade cerebral, segundo a nota de falecimento, que não especifica a data exata da morte.

"Nosso Gugu sempre viveu de maneira simples e alegre, cercado por seus familiares e extremamente dedicado aos filhos. E assim foi até o final da vida, ocorrida após um acidente caseiro", escreveu a família, em nota.

 

Fonte: Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI