CEIR- Centro de Diagnóstico já realizou 260 mil exames realizados pelo SUS - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

14 de out. de 2022

CEIR- Centro de Diagnóstico já realizou 260 mil exames realizados pelo SUS



O estudante Alexandre Matheus Rocha Ribeiro, de 15 anos, está prestes a passar por um procedimento cirúrgico para remoção de amígdalas e adenoide. Antes da cirurgia, ele precisa realizar alguns exames pré-operatórios pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Sua mãe, a técnica de enfermagem Maria do Socorro Ribeiro, de 47 anos, conseguiu agendar a tomografia da face solicitada pelo médico para o Centro de Diagnóstico da Associação Reabilitar.


Centro de Diagnóstico da Associação Reabilitar completa 11 anos






“Desde pequeno, Alexandre roncava muito e sempre fez acompanhamento com otorrinolaringologista, mas eu tinha receio dele fazer a cirurgia muito novo. Quando completou 13 anos, retornamos ao médico, que constatou que suas amígdalas estavam crescendo e o problema da adenoide também tinha avançado. Decidimos realizar a cirurgia, mas veio a pandemia, e só agora retomamos o acompanhamento”, destaca a técnica de enfermagem.





100 TIPOS DE PROCEDIMENTOS

Há 11 anos realizando mais de 100 tipos de procedimentos e exames, o Centro de Diagnóstico funciona dentro do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) em parceria com o Governo do Estado. O local já realizou mais de 260 mil atendimentos através do SUS, 18 mil deles só no ano passado. Procedimentos como tomografia computadorizada, mamografia – no único mamógrafo adaptado para pessoas com deficiência do Piauí, ressonância magnética, radiografia e ultrassonografia, além de exames laboratoriais, pneumológicos e urológicos são realizados diariamente.



Centro de Diagnóstico da Associação Reabilitar completa 11 anos


“Temos equipamentos de última geração e 32 profissionais especializados, que garantem rapidez, conforto e segurança aos pacientes. No caso dos pacientes do Ceir, o Centro de Diagnóstico ainda traz a vantagem da praticidade, já que tudo funciona no mesmo prédio, garantindo mais agilidade ao tratamento de reabilitação”, destaca o superintende executivo da Associação Reabilitar, Aderson Luz.





Além dos pacientes atendidos no Ceir, o Centro de Diagnóstico atende qualquer pessoa que precise realizar os procedimentos e exames disponíveis, 100% por meio do SUS, Iapep e outros.

“Consegui marcar o exame do Alexandre no postinho de saúde do meu bairro, Real Copagre. Chegando aqui no Ceir, fui surpreendida com a estrutura de todo prédio e com a educação dos funcionários, que nos atenderam e nos orientaram muito bem”, acrescenta Maria do Socorro Ribeiro.

SOLICITAÇÃO DE EXAMES

A supervisora do Centro de Diagnóstico, Joseilda Santos, explica que para ter acesso aos serviços, os usuários devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua casa e solicitar os exames ao médico da família. “Na própria UBS, o paciente deve se dirigir ao setor de marcação e solicitar que os exames sejam marcados para o Ceir”, orienta.





RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

Em setembro de 2021, o Centro de Diagnóstico recebeu um novo aparelho de ressonância magnética de alta tecnologia, possibilitando agilizar o tempo das sequências e mantendo a qualidade das imagens, através dos recursos de última geração. Só no ano passado, foram realizados 2.841 exames de ressonância magnética.

O equipamento é um dos mais modernos do Piauí e tornou a realização de exames com sequências mais curtas e fluxo de exames mais eficientes. Os exames estão com maior resolução e com sequências adicionais e diferenciadas, que possibilitam um diagnóstico mais preciso.


“Nós conseguimos realizar exames em um tempo médio de 10 minutos, atendendo o público com mais agilidade e precisão nos resultados. Além disso, foi instalado um painel com imagens da natureza permitindo, na grande maioria dos casos, uma melhor sensação aos pacientes, diminuindo o mal estar de quem tem fobia a ambientes fechados”, explica o superintendente executivo da Associação Reabilitar, Aderson Luz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário