Piauí tem o maior crescimento de vendas do Brasil - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

10 de out de 2019

Piauí tem o maior crescimento de vendas do Brasil

As vendas no varejo variaram 0,1% em agosto de 2019 na comparação com o mês anterior (série com ajuste sazonal). É o terceiro resultado positivo seguido nesse tipo de comparação, o que representa um acréscimo de 1,2% no período. Com isso, a evolução do índice de média móvel trimestral para o varejo mostrou, no trimestre encerrado em agosto (0,4%), mesmo ritmo de vendas do trimestre encerrado em julho (0,4%).
Na passagem de julho para agosto de 2019, o varejo teve resultados positivos em 15 das 27 unidades da federação, com destaque para Piauí (11,9%); Amapá (4,3%); e Maranhão (3,9%). Por outro lado, os destaques negativos, em termos de magnitude da taxa, foram no Rio Grande do Sul (-7,6%); Rio de Janeiro (-2,3%); e Roraima (-2,1%).Para a mesma comparação, o comércio varejista ampliado não registrou variação entre julho e agosto (0,0%), com resultados positivos em 16 das 27 unidades da federação, com destaque para Amapá (9,1%); Piauí (4,6%); e Pará (2,5%). Por outro lado, pressionando negativamente, destacaram-se Roraima (-3,0%); Bahia e Rio de Janeiro (ambos com -1,9%)
Frente a agosto de 2018, as taxas positivas alcançaram 14 das 27 unidades da federação, com destaque para Amapá (26,4%); Amazonas (12,2%) e Santa Catarina (11,4%), enquanto Bahia (0,0%) mostrou estabilidade. Por outro lado, pressionando negativamente, figuram 12 das 27 unidades da federação, com destaque 
Vendas do varejo variam 0,1% em agosto
As vendas no varejo variaram 0,1% em agosto de 2019 na comparação com o mês anterior (série com ajuste sazonal). É o terceiro resultado positivo seguido nesse tipo de comparação, o que representa um acréscimo de 1,2% no período. Com isso, a evolução do índice de média móvel trimestral para o varejo mostrou, no trimestre encerrado em agosto (0,4%), mesmo ritmo de vendas do trimestre encerrado em julho (0,4%).
Período    Varejo    Varejo Ampliado
Volume de vendas    Receita nominal    Volume de vendas    Receita nominal
Agosto / Julho*    0,1    -0,2    0,0    0,3
Média móvel trimestral*    0,4    0,2    0,2    0,2
Agosto 2019 / Agosto 2018    1,3    3,9    1,4    3,7
Acumulado 2019    1,2    4,8    3,5    6,4
Acumulado 12 meses    1,4    5,1    3,7    6,7
*Série COM ajuste sazonal
Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Indústria
Na comparação com agosto de 2018 (série sem ajuste sazonal), o comércio varejista avançou 1,3%. Com isso, o acumulado do ano ficou em 1,2%. Já o acumulado nos últimos doze meses, ao passar de 1,6% em julho para 1,4% em agosto, registrou perda de ritmo nas vendas.
Já no varejo ampliado, que inclui as atividades de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, o volume de vendas não apresentou variação (0,0%) frente a julho de 2019. Com isso, a média móvel (0,2%) mostrou redução no ritmo das vendas, quando comparada à média móvel no trimestre encerrado em julho (0,4%).
Meio Norte
Frente a agosto de 2018, o comércio varejista ampliado aumentou 1,4%, quinta taxa positiva consecutiva e a de menor magnitude entre elas. Assim, o varejo ampliado acumulou aumento de 3,5% no ano. O indicador acumulado nos últimos doze meses, ao passar 4,1% em julho para 3,7% em agosto, também apontou queda no ritmo de vendas
Quatro das oito atividades pesquisadas crescem entre julho e agosto
A variação de 0,1% no volume de vendas do comércio varejista na passagem de julho para agosto teve equilíbrio entre taxas negativas e positivas, atingindo quatro das oito atividades pesquisadas em cada caso. No campo positivo, destacaram-se: Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,6%) e Outros artigos de uso pessoal e doméstico (0,2%), que, juntos, respondem por mais de 60% do total do varejo. Ainda com taxas positivas…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI