Com 66% de ocupação, Governo decide abrir 50 leitos de UTI Covid no Piauí - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

29 de jan. de 2021

Com 66% de ocupação, Governo decide abrir 50 leitos de UTI Covid no Piauí

 

 

O Governo do Piauí vai abrir 50 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para tratar exclusivamente pacientes com Covid-19. Nesta sexta-feira (29), a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) anunciou a abertura de 20 leitos de UTI no Hospital Universitário (UFPI) em parceria com a Fundação Municipal de Saúde (FMS). Na quinta-feira (28), a Sesapi divulgou a abertura de 30 leitos de UTIs, distribuídos igualmente nos hospitais Getúlio Vargas, Natan Portela e da Polícia Militar.

Novos leitos – Sesapi - FMS

Hospital Getúlio Vargas: mais 10 leitos 
Hospital Natan Portela: mais 10 leitos
Hospital da Polícia Militar: mais 10 leitos
Hospital Universitário: 20 leitos

A busca por ampliação de leitos acontece devido o aumento considerável de casos de infecção do novo coronavírus no estado, com maior demanda de internação, inclusive na UTI. 

O secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, esteve reunido nesta sexta (29) com o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque; o superintendente do HU, Paulo Marcio; o superintendente de gestão da Sesapi, Jefferson Campelo; e o presidente do Conselho Estadual de Saúde, João Cabral, para discutir a ampliação de leitos para tratamento da Covid-19. O governador Wellington Dias participou por meio de videoconferência. 

Ocupação

No boletim Covid da Sesapi, de quinta (28), o Piauí voltou a notificar a ocupação de 500 leitos para atendimento exclusivos de pacientes da infecção.“Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 500 ocupados, sendo 290 leitos clínicos, 193 UTIs e 17 em leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 8.688 até o dia 28 de janeiro de 2021”.

Os 193 leitos de UTI Covid ocupados representam 66,8% da capacidade total disponível, neste momento, na rede pública de saúde. 

O superintendente da Sesapi, Jefferson Campelo, comenta a situação da ocupação de leitos no interior e na capital do estado. 

“Nós temos uma situação de estabilidade. Estamos com uma média de cinco mortes diárias no estado. Nós estamos trabalhando de forma adequada, que traz, de certa forma, uma tranquilidade. A quantidade de leitos que temos ocupados no interior do estado gira em torno de 50%, tanto nos leitos clínicos como nos leitos de UTI.  Na capital, ela muda um pouco. Evidentemente, temos o número maior de ocupação e beira aos 70%”.

Foto: Governo do Piauí

HU

A Sesapi fez tratativa com o Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI) e irá repassar mensalmente R$ 1.680.000,00 para Fundação Municipal de Saúde (FMS), que é a contratante do HU-UFPI.

“Assim, a FMS pode prestar esse auxílio financeiro ao hospital e consequentemente nós termos a manutenção de 20 leitos de terapia exclusiva para pacientes com a Covid-19”, explica o secretário. 

Florentino Neto ressalta que o Governo do Piauí vive uma estratégica de ampliação de leitos para tratar pacientes com Covid-19. “Nós já ampliamos no HGV. Estamos viabilizando a ampliação no Hospital da Polícia Militar, que será ampliado na próxima semana. Com isso, na terça-feira, teremos esses 20 leitos à disposição da regulamentação”.

“Dessa forma, nós estamos, por um lado, trabalhando na vacinação com os municípios e, por outro, incentivando as medidas de contenção de aglomeração; essa medida preventiva é importante para fazer a redução da transmissibilidade do novo coronavírus”. 

O superintendente do HU-UFPI, dr. Paulo Márcio, comenta que o hospital está pronto para ampliar a sua capacidade de leitos UTI Covid.  “O secretário do estado de Saúde e o secretário municipal de Saúde convocaram o Hospital Universitário para somar forças e enfrentar a pandemia para ajudar cada vez mais o piauiense. Estamos prontos. Na segunda-feira, vamos iniciar a disponibilização de leitos para a rede municipal de Teresina e consequentemente para a rede estadual de saúde”.

FMS

Desde a semana passada, a FMS comunica o aumento no número de leitos Covid-1. Gilberto Albuquerque conta que a FMS está estratificando a rede para que possa atender todas as demandas e “utilizar os leitos de UTI da melhor forma possível com melhor aproveitamento.” A FMS também estuda ampliar os leitos de estabilização ou pós-UTI.

“A expansão Covid está chegando cada dia mais perto da gente e com mais força. Nós já estamos preparando mais 20 leitos no Hospital do Dirceu, podendo chegar até 50 (leitos). Existe os equipamentos que são usados em UTI, como respirador. Hoje à noite, nós vamos receber uma quantidade significativa (desses equipamentos) e - até o final de semana - nós podemos ter mais leitos de UTI na nossa própria rede”, diz. 

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI