Dr. Pessoa diz que flexibilizará o comércio e garante música ao vivo - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

28 de jan. de 2021

Dr. Pessoa diz que flexibilizará o comércio e garante música ao vivo

 Após se reunir com os empresários no Palácio da Cidade, o prefeito de Teresina, Doutor Pessoa (MDB), disse que vai flexibilizar o horário de funcionamento do comércio, bares e restaurantes e aumentar a fiscalização dos estabelecimentos que não obedecerem os protocolos sanitários contra a Covid-19.  O decreto municipal está sendo preparado e deve sair nesta sexta-feira (29). 

O gestor está reunindo equipes do governo municipal, membros do Comitê de Operações Emergenciais (COE), além de representantes da saúde do setor privado, membros do segmento econômico para discutir o posicionamento do município em relação às restrições impostas por decreto do governo do Estado sobre o funcionamento das atividades comerciais na cidade. “Foi uma reunião democrática e harmônica, com o objetivo de proteger o ser humano mas também com um olhar para a economia do nosso município. Nós vamos ampliar o contato com restaurantes, comércio e etc. e deixar mais liberdade, intensificar a fiscalização, obedecendo o comitê local e nacional”, afirmou Dr. Pessoa. 


O secretário municipal de  Comunicação, Lucas Pereira, subiu no carro de som dos manifestantes contra o decreto do Governo do Estado que restringe o horário do funcionamento dos bares e restaurantes e anunciou que o decreto de Doutor Pessoa terá maior flexibilização em relação ao decreto do governador Wellington Dias (PT) e que vai manter a música ao vivo nos bares e restaurantes para não prejudicar os músicos.  

"A gestão do Dr. Pessoa sempre vai ser marcada pelo diálogo. O prefeito entende que a categoria dos artistas foram uma das mais prejudicados desde o início da pandemia. O que ele vai fazer, com o decreto municipal, vai respeitar esse público, mas limitando a música seja ela ao vivo ou gravada no funcionamento de bares e restaurantes porque ele entende que essa limitação não contribui de forma direta para o aumento de casso de Covid-19”, explica Lucas Pereira. “A gestão do Dr. pessoa respeita esse público. O decreto municipal ainda será adequado ao comércio, claro sempre respeitando a vida mas também o lado econômico”, completa.

Foto - Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI