Vídeo: delegado faz alerta sobre golpes usando a vacinação contra a Covid-19 - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

22 de jan. de 2021

Vídeo: delegado faz alerta sobre golpes usando a vacinação contra a Covid-19

 


Com o início da vacinação contra a covid-19, também surgem relatos de tentativas de golpe relacionadas à temática. Os estelionatários, geralmente, enviam mensagens ou telefonam fazendo perguntas sobre dados pessoais e falando em nome do Ministério da Saúde. Em outros casos, enviam códigos que são utilizados para clonar aplicativos de mensagens, com o Whatsapp. 

O titular da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, delegado Anchieta Nery, afirma que no Piauí ainda não existem relatos de boletins de ocorrência relacionados à nova modalidade do golpe. Ele destaca que, mesmo assim, é preciso ficar atento. 

"O tema que tem sido bastante usado a gora, principalmente no sudeste do país, é a vacinação do coronavírus. Se passam pelo Ministério da Saúde para pedir dados relacionados ao agendamento. Ainda não foi registrada nenhuma ocorrência no Piauí com esse tipo de engenharia social, mas vale o alerta para todos os cidadãos. Cuidado com quem entra em contato com vocês solicitando dados, solicitando códigos de autenticação", alerta. 

O delegado também ressalta que os criminosos costumam utilizar temas de grande repercussão para atrair vítimas para aplicar golpes virtuais. 

"Sempre que surge um tema novo, de muita repercussão social, os estelionatários virtuais se aproveitam da onda de notícias sobre aquele tema para inseri-lo numa engenharia social e abordar os cidadãos, para fazer com que eles acreditem no engajamento e forneçam dados pessoais ou valores", destaca. 

Em suas redes sociais, o Ministério da Saúde também tem reforçado o alerta sobre a prática de golpes relacionados à vacinação contra a Covid-19 no Brasil:


O que fazer? 

Quem for vítima do golpe, deve procurar uma delegacia de polícia para denunciar o caso. Além de procurar o apoio policial, algumas outras ações podem ser realizadas por quem desconfia que teve a sua conta no clonada. 


O primeiro passo é notificar familiares e amigos, pois o golpista pode tentar se passar pelo real dono da conta em conversas e grupos. O WhatsApp é protegido pela criptografia de ponta a ponta, e as mensagens são armazenadas no aparelho. Portanto, se alguém acessar a conta de outros dispositivos, essa pessoa não poderá ler conversas anteriores.

O segundo passo é entrar no WhatsApp com o número de telefone e confirmá-lo com o código de seis dígitos que será enviado por SMS. Assim que o código de seis dígitos recebido por SMS for digitado, a pessoa que estiver usando a conta indevidamente será desconectada automaticamente.

Também pode ser necessário informar um código de confirmação em duas etapas. Caso o proprietário da conta não souber o código, é possível que a pessoa que tenha clonado tenha ativado a confirmação em duas etapas.

A orientação do Whatsapp é aguardar sete dias para poder acessar a conta sem o código de confirmação em duas etapas. "Mesmo que você não saiba o código da confirmação em duas etapas, a pessoa que estiver usando sua conta será desconectada quando você inserir o código de seis dígitos recebido por SMS"

Como evitar? 

Para evitar ser vítima da clonagem de Whatsapp, alguns cuidados também podem ser adotados pelo usuário. O principal deles é ativar a verificação de duas etapas. Para acionar a proteção extra no Whatsapp basta abrir o aplicativo , ir até a aba “Configurações”, escolher o item “Conta”, selecionar a “Verificação em duas etapas” e clique em “Ativar”.

Outra dica importante é nunca compartilhar o código de verificação de seis dígitos com terceiros. 

Também é importante evitar a instalação de aplicativos desconhecidos, bem como o compartilhamento de informações e dados pessoais através do Whatsapp.

Imagem: Site Whatsapp




Natanael Souza
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI