Um ano após 1º óbito por covid-19, março já é o mês mais letal no Piauí na pandemia - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

30 de mar. de 2021

Um ano após 1º óbito por covid-19, março já é o mês mais letal no Piauí na pandemia

 


Um ano após registrar a primeira morte por covid-19, o Piauí vive um aumento significativo no número de óbitos no mês de março. Com as 32 mortes registrados neste domingo (29), totalizando 678 no total, o período já é o mais letal em toda a pandemia no estado. Até então, o mês de julho de 2020 registrava o maior número de mortes por covid-19, 668.

O número de casos da doença registrados em março também se aproxima do recorde em toda a pandemia. Já são 28.222, contra 30.399 de julho do ano passado. 

A explosão de casos este mês levou o Piauí a bater a marca de 4 mil mortes ontem, totalizando 4.028. O número é maior que a população de 34 municípios do Piauí. É mais que o triplo de moradores da pequena cidade de Miguel Leão, menor município do estado. Lá, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), residem 1.246 habitantes.

A média de casos nos últimos sete dias, segundo a Secretaria de Saúde do Estado, é de 1259. Já o de mortes chegou a 30 na última semana.

O recorde de mortes em março aconteceu no dia 24, quando foram notificados 49 óbitos.

Prefeito foi o primeiro óbito por covid no Piauí

Os primeiros casos de covid-19 foram registrados no Piauí no dia 19 de março de 2020. Naquela data, a Sesapi comunicava que três pessoas haviam testado positivo para a doença. A primeira morte aconteceu no 28 do mesmo mês. 

O prefeito de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, conhecido como Antônio Felícia (PT), foi a primeira vítima fatal do coronavírus no Piauí. Ele morreu na madrugada do dia 28 de março do ano passado após ser internado no Hospital Dr. José Brito Magalhães, no município de Piracuruca.

Foto: Ascom/Prefeitura

 

O prefeito, de 57 anos, tinha falta de ar intensa. Ele tinha histórico de diabetes e teve uma evolução rápida da doença. Dois dias antes, já havia relatado que estava com febre e dificuldades para respirar para o prefeito de Piracuruca, Raimundo Alves, que o aconselhou a procurar atendimento em Teresina. 

Veja a evolução da pandemia no Piauí

 

 

 

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI