Elesbão é a 14º cidade mais atrasada em vacinação das 224 do Piauí - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

30 de jun. de 2021

Elesbão é a 14º cidade mais atrasada em vacinação das 224 do Piauí



25/06/2021

Segundo um levantamento realizado por um veículo de comunicação da capital piauiense, que levou em consideração os dados da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), sobre a porcentagem de vacina recebidas, desde do início do período de vacinação do estado até esta última segunda-feira 22/06. Os dados mostram que municípios chegaram a 70% do número total de doses recebidas e não aplicadas. No estado são 224 Municípios e Elesbão Veloso é o 14° mais atrasado em vacinação.



O levantamento aponta que se levarmos em consideração a porcentagem de doses de vacina recebidas e não aplicadas, 15 municípios do estado aparecem em destaque, como cidades que mais receberam doses e não aplicaram. De todas as cidades da MICROREGIÃO valenciana Elesbão Veloso e Lagoa do Sítio, são as únicas entre as 15 listadas mais atrasadas em vacinação em todo o Piaui.





Neste ranking abaixo apresenta as cidades com maior porcentagem de doses recebidas e não aplicadas, Elesbão aparece como a 14ª cidade, com 47,4%.



Dados em porcentagem



1º Corrente - 70%

2º Buriti dos Montes - 62,7%

3º Milton Brandão - 56,9%

4º Lagoa do Sítio - 55,7%

5º Porto - 54,9%

6º São Miguel do Tapuio - 54,7%

7º Batalha - 53,6%

8° Cajueiro da Praia - 52,9%

9º São Pedro do Piauí - 52,3%

10º Beneditinos - 51,6%

11º Curral Novo do Piauí - 49,4%

12º Gilbués - 48%

13º Caridade do Piauí - 47,6%

14º Elesbão Veloso - 47,4%

15º Jatobá do Piauí - 46,9%



Enquanto o município deixa de vacinar a população como aponta os dados, seja por incompetência ou intencional, o número de casos positivos e óbitos crescem a cada dia, de acordo com o boletim municipal, já são 680 casos confirmados e 30 óbitos.




Boletim divulgado pelas instituições de municipais nesta última quinta-feira 24/06/21



A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí – SESAPI, falou sobre o assunto:



A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) é a responsável por distribuir as doses repassadas pelo Ministério da Saúde aos 224 municípios. No entanto, são os municípios que desenvolvem a logística de aplicação de acordo com o protocolo estabelecido pelo Governo Federal.



É o que explica a diretora de Vigilância em Saúde da Sesapi, Cristiane Moura Fé. “O planejamento da vacinação e sua estratégia é de competência dos municípios. Tendo os mesmos que elaborar o seu calendário de vacinação seguindo as determinações estabelecidas pelo ministério no Plano Nacional de Imunização - PNI", afirma.



Cristiane afirma que a Sesapi mantém o esforço de distribuir as doses o mais rápido possível. "Desde janeiro, quando iniciamos a vacinação contra a Covid-19, só constatamos um problema com falta de insumos para a aplicação da vacinação Pfizer, porém o estado do Piauí foi o primeiro a relatar a falta desses materiais ao Ministério da Saúde, que prontamente se disponibilizou a resolver o problema. Fora este caso a entrega desses materiais sempre aconteceu com antecedência dentro do prazo, não deixando assim nenhum município sem os insumos”, acrescenta.
Fonte Vale noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI