Profissionais de saúde denunciam redução de equipes em hospital de Teresina - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

3 de jun. de 2021

Profissionais de saúde denunciam redução de equipes em hospital de Teresina



Profissionais da saúde procuraram o MeioNorte.com nesta quinta-feira (03), para denunciar situações desgastantes de trabalho e redução nas equipes hospitalares do Hospital e Maternidade do Buenos Aires, localizado na zona Norte de Teresina. 

Segundo as denúncias, feitas de forma anônima, além da exaustão causada pelo número de leitos ocupados com pacientes em tratamento da Covid-19, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) decidiu reduzir o quadro de funcionários, dificultando ainda mais o trabalho das equipes. Eles afirmam que o Sindicato dos Enfermeiros foi acionado, assim como o Ministério Público e o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-PI).

Hospital Geral do Buenos Aires - Foto: Reprodução

Os profissionais relataram que estão sendo desvalorizados, impossibilitados de tirar férias, e agora terão que trabalhar de forma desumana. "Venho mostrar nossa indignação a decisão da Fundação Municipal de Saúde em plena pandemia. Funcionários exaustos que inclusive há muito tempo estão impossibilitados de tirar férias, funcionários esses que além da desvalorização, agora terão que trabalhar de forma desumana, assim prejudicando ainda mais a assistência à população", afirmou uma servidora, que preferiu não se identificar. 

"Devido a essa extensa pandemia, a procura pelo nosso serviço de saúde aumentou significativamente. Com isso, teria que aumentar também a quantidade de funcionários. Infelizmente isso não aconteceu: continuamos sobrecarregados, muitos pacientes, pacientes graves, um fluxo muito grande", relata outro funcionário.

Maternidade do Buenos Aires - Foto: Reprodução

Uma funcionária da Maternidade chega a descrever que no caso setor em que opera, a sala de parto mais reconhecida de Teresina, referência em parto humanizado, estão atualmente funcionando 4 suítes com uma demanda enorme de partos. "É impossível ficar apenas um técnico trabalhando a noite inteira, como eles querem a partir de segunda-feira (7)", diz.

Em nota enviada a reportagem, a FMS informou que com a redução nos casos de covid-19 em Teresina, a pasta está fazendo uma reorganização na rede hospitalar com base nos dados padrão de funcionários por leitos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, portanto, sem modificações na qualidade e volume do serviço. “A FMS ressalta que a reorganização não trará prejuízos para os atendimentos realizados na maternidade do Buenos Aires”, diz trecho da nota.

Veja na íntegra:

Com a redução nos casos de covid em Teresina, a Fundação municipal de saúde está fazendo uma reorganização na rede hospitalar com base nos dados padrão de funcionários por leitos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, portanto sem modificações na qualidade e volume do serviço. A FMS ressalta que a reorganização não trará prejuízos para os atendimentos realizados na maternidade do Buenos Aires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI