“Venderam e tem que pagar", reage governador sobre Cepisa - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

22 de jun. de 2021

“Venderam e tem que pagar", reage governador sobre Cepisa

 


 Imprimir
  • 20210622091101_IMG_0866.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622091546_IMG_0903.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622091641_IMG_0915.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622091754_IMG_0950.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622092016_IMG_0983.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622093227_IMG_0995.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622093347_IMG_1004.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622093544_IMG_1011.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622093608_IMG_1017.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622093719_IMG_1019.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622093936_IMG_1025.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622093940_IMG_1028.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622094411_IMG_1032.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622094425_IMG_1034.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210622094456_IMG_1041.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • IMG-20210622-WA0005.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • IMG-20210622-WA0007.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
  • IMG-20210622-WA0008.jpgRoberta Aline/Cidadeverde.com
 

O governador Wellington Dias (PT) afirmou nesta terça-feira (22) que o Piauí perdeu a batalha, mas não a guerra na luta por receber a indenização de R$ 260 milhões da privatização da Cepisa. Na noite de ontem, a Câmara Federal derrubou um pedido da bancada do Piauí e vetou a indenização.

Segundo o governador, “venderam e tem que pagar”. Em 20 de outubro de 1997, o governo Mão Santa federalizou a empresa por um valor de R$ 120 milhões. De lá pra cá, soma-se cálculos e judicialização da venda. 

O Senado já havia previsto que o estado receberia uma indenização de aproximadamente R$ 260 milhões pela privatização da Cepisa. O governador disse que viu com preocupação a mudança na Câmara. 

"Significa a perda de uma batalha, mas não a guerra. Já tínhamos entrado com uma ação junto ao Supremo. É um direito do povo do Piauí independente de quem é governo. Fiquei de certa forma preocupado porque tivemos o entendimento no Senado.

Acreditava que esse mesmo entendimento feito com o governo no Senado seria cumprido na Câmara. Não deu e acho que foi uma negação de um direito. Sou grato a bancada do Piauí”, afirmou Wellington Dias ao participar de inaugurações na sede da Equatorial Piauí.

Wellington  Dias agradeceu a bancada do Piauí e os votos conquistados a favor do pleito do estado.

"Sou grato ao senador Marcelo Castro que encabeçou essa emenda. Mas, toda a bancada do Piauí  esteve presente e garantiu as condições de que pudéssemos disputar essa oportunidade na prática agora. Agradeço aos partidos que se pronunciaram. Muitos deles se manifestaram. Foram 162 votos e sou grato a cada um. Vamos acompanhar a ação do Supremo. O nosso objetivo e que no segundo semestre tenha a definição dos cálculos para se ter essa decisão.  E um direito do Piauí.  Não é de governo. Era o maior patrimônio do povo. Venderam e tem que pagar", disse o governador. 

CPI da Covid

Com relação à CPI da Covid-19, o governador informou que terá uma reunião  com o Fórum dos Governadores na tarde de hoje. Eles discutirão a possibilidade de participarem como convidados após decisão  da ministra Rosa Weber, que decidiu pela não convocação dos governadores. 

"Estamos tratando. Porque agora tenho que tratar da minha parte e dos demais governadores. Manifesto disposição de comparecer como tinha me manifestado antes. Vamos ter uma reunião hoje do Fórum dos Governadores e vamos tratar sobre o encaminhamento no conjunto dos governadores. Manifesto disposição de comparecer como tinha manifestado antes", disse.

Wellington Dias destaca a decisão  da ministra.

"Essa decisão da ministra Rosa Weber garante um preceito de um cumprimento Constitucional. A Constituição é clara que estabelece um regramento no Brasil.  Não é para essa CPI, ela vale e precisava ser preservada. A decisão  do Supremo garantiu uma prerrogativa importante para a democracia", destacou.

 

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI