Empresários propõem tarifa promocional e 60 dias de transição; veja proposta do Setut - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

10 de set. de 2021

Empresários propõem tarifa promocional e 60 dias de transição; veja proposta do Setut

 Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

Impasse permanece entre Prefeitura de Teresina e empresários de ônibus. Ontem (9), o prefeito Dr. Pessoa apresentou as exigências do município para resolver a crise do transporte público e os empresários fizerem uma contraproposta. O Cidadeverde.com teve acesso a alguns itens que segue abaixo:

Principais reinvindicações dos empresários de ônibus

Incentivos de ICMS e IPVA;

Subsídios para a gratuidade dos estudantes;

Sistema operacionar experimentalmente por um período de 30 ou 60 dias com tarifa promocional nos horários entre-picos - 9h às 11h; 15h às 17h e depois das 20h - somente com pagamento com cartões de bilhetagem eletrônica;

Uso mais intenso das vias e faixas exclusivas para os ônibus obterem uma maior velocidade comercial;

Escalonamento nos horários de atividades – 7h para Saúde e Indústrias, 8h para Educação, 9h Comércio e Serviços.

Empresários do transporte público de Teresina reagiram à proposta apresentada pelo prefeito Doutor Pessoa (MDB) nesta quinta-feira (09) para solucionar a crise no setor.  Apesar de ainda não ter sido notificada oficialmente, a categoria aponta a inviabilidade de alguns dos pontos apresentados e diz que a proposta do município em nada coincide com a apresentada pelos empresários. 

A advogada Naiara Moraes, consultora jurídica do Setut, diz que a proposta da Prefeitura não trata do principal entrave apontado pelos empresários, as dívidas referentes aos subsídios que deveriam ter sido repassadas pelo executivo municipal. 

“Não existe como falar em que os empresários sejam obrigados a dispender mais investimentos sem os pagamentos. A gente continua sem falar de um dos pontos centrais, que é que o custo do sistema é muito alto, os empresários, com o valor arrecadado nas catracas, não conseguem manter o sistema funcionando com o nível de exigência”, explicou Naiara Moraes.

Os empresários também reagiram a pontos como a revisão de tarifa, proposta pelo prefeito Doutor Pessoa. “Não é o empresário que diz que a tarifa é A o B, quem diz a tarifa social e a tarifa que vai ser arcada pelo município é o próprio município. É até surpreendente uma proposta que aguarda dos empresários uma definição quando a definição tem que ser tomada pelo próprio município”, argumentou a advogada do Setut. 

A proposta da PMT 

O prefeito Doutor Pessoa (MDB) apresentou nesta quinta-feira (09) a proposta para chegar a um consenso com os empresários do setor de transporte público. Segundo o prefeito, a proposta da prefeitura passa por:  

  • Discussão sobre pagamento dos subsídios relativos ao ano de 2021
  • Auditoria para discutir o valor cobrado pelos empresários relativo a anos anteriores 
  • Controle da bilhetagem eletrônica por parte da prefeitura
  • Retorno da circulação da frota prevista na ordem de serviço
  • Obediência da vida média dos ônibus em circulação
  • Revisão do valor da tarifa 
  • Efetivo funcionamento do sistema de integração
  • Respeito à quantidade de ônibus em circulação
  • Gratuidade para estudantes do ensino fundamental (rede pública e privada)
  • Ônibus com ar-condicionado e Wi Fi 

“Essas questões colocadas não serão implantadas do dia para a noite, mas demos 48 horas para que os empresários possam responder a Prefeitura. Com a resposta positiva, esperamos que os ônibus possam voltar a uma normalidade relativa a partir de segunda”, disse.

 

Natanael Souza e Yala Sena
redacao@cidadeverde.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI