Auxílio Brasil começa a ser pago a 460 mil famílias no Piauí - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

16 de nov. de 2021

Auxílio Brasil começa a ser pago a 460 mil famílias no Piauí



O Auxílio Brasil começa a ser pago nesta quarta-feira, 17, e cerca de 460 mil famílias estão na lista e receberão o benefício de transferência de renda, conforme dados do Ministério da Cidadania.

Segundo Roberto Oliveira, gerente do programa de transferência de renda da SASC, o novo programa vai contemplar famílias consideradas pobres e extremamente pobres, cuja renda por pessoa é de até R$ 200,00.


Roberto explica que o Governo Federal planeja pagar valor de R$ 400,00, mas em novembro não há essa garantia. “As famílias beneficiadas vão sentir uma elevação no valor do benefício”, disse, enfatizando que até sexta-feira, era para ter sido divulgada a folha de pagamento desses benefícios com os valores, fato que não ocorreu até esta terça-feira, 16. “Não temos como confirmar quantas famílias receberão e o valor repassado a elas. No entanto, o valor médio a ser pago em novembro não ultrapassa o valor de R$ 220, 00, o que corresponde a um aumento de 20% no valor do benefício”, explica.


Auxílio Brasil começa a ser pago a partir desta quarta, 17



Valor médio de novembro será de R$ 220,00

Segundo Roberto, o Governo Federal divulga R$ 400,00, mas em novembro, quando começa o pagamento da primeira parcela desde programa, o valor médio é de R$ 220,00. “Não há orçamento. Se aprovarem orçamento suplementar, em dezembro e janeiro e por mais um ano, o pagamento do novo programa chegará a R$ 400,00”, explica, enfatizando que neste mês de novembro não há esta garantia.

20 milhões de famílias do Brasil estão fora do programa

Roberto Oliveira diz que em outubro, foram finalizados os Programas Bolsa Família e Auxílio Emergencial, que contemplavam 39 milhões de famílias. Com o Auxílio Brasil, a previsão é atender 17 milhões de famílias, uma redução de 20 milhões.

Segundo Roberto, levantamento feito pelo Consórcio Nordeste, o Brasil tem 2,5 milhões de famílias que estão dentro do limite do programa de transferência de renda e não estão incluídas no programa. No Piauí são 55 mil famílias que preenchem os critérios e não recebem.


“Houve aumento da pobreza e da pobreza extrema em razão de uma série de fatores, como aumento da inflação, desemprego”, diz Roberto, citando ainda o congelamento do Bolsa Família que desde 2016 não foi reajustado.

Programa estadual

No Piauí, Roberto Oliveira diz que o Governo do Estado criou o Cartão Sasc Emergencial, que beneficiou 15 famílias durante 2 meses. “Foram famílias totalmente excluídas de outros programas de transferência de renda”, diz, informando que outro programa será lançado em nível estadual. Trata-se do Programa PRÓ-Social, com pagamento de R$ 200,00 durante oito meses para famílias que não estão inseridas em nenhum programa de transferência de renda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI