Jovem internado na UTI Covid-19 em Teresina relata: "Você não fica em si" - Barra d Alcântara News

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI

2 de jun. de 2021

Jovem internado na UTI Covid-19 em Teresina relata: "Você não fica em si"



Recuperado da Covid-19, depois de ter ficado duas semanas internado e ocupando leito de UTI em um hospital em Teresina, o jovem de Elesbão Veloso, José Fernandes Ferreira Lopes, 22 anos, deu entrevista ao jornalista José Loiola Neto, do site Elesbão News, relatando as experiências vividas após contrair o coronavírus, segundo ele, exatamente no momento em que passou a ser mais cauteloso com relação aos meios para se evitar a contaminação.

Na conversa, o jovem também conta que a doença é muito complicada, que não lembra praticamente nada quanto ao período em que permaneceu em Teresina e por fim José Fernandes, que recebeu alta médica a menos de duas semanas, pediu a todos para que redobrem os cuidados para evitar a Covid-19.

Jovem de 22 anos se recuperou após duas semanas na UTI (Foto: Reprodução)

PRIMEIROS SINTOMAS

"Em primeiro lugar quero agradecer a todos que tiraram um tempinho para orar por mim, pela minha recuperação. Eu senti todos os sintomas do Covid, apenas não perdi o olfato, nem paladar. Os sintomas foram se agravando, num domingo, a Drª Ruth me encaminhou para Teresina. Ele falou que eu talvez estivesse com 50% dos pulmões comprometido e ela acertou, eu estava até mais, enquanto lá, eu me lembro muito pouco, lembro apenas o momento em que eu cheguei lá em Teresina, quando fui intubado, é muito sedativo, você não fica em si".

TESTES RÁPIDOS NEGATIVOS

"Aqui em Elesbão eu só negativei. Se não me engano, cheguei a fazer três testes, todos negativos, e como eu sentia gosto e cheiro, estava com olfato e paladar normais, me fez pensar que eu não estivesse com o vírus, achei que era apenas uma gripe, com isso, talvez eu tenha até demorado a ser encaminhado para Teresina, mas graças a Deus deu tudo certo, e eu não tive nenhum momento de ter a reação de que tivesse com Covid diante de tantos testes negativo e lá não lembro do teste que foi feito, não lembro quando saiu o resultado, não lembro quando falei com minha família por chamada de video, eu tomei muito sedativo, cheguei a tomar morfina porque eu ficava me batendo".

SINTOMAS MAIS GRAVES

"Meu primeiro sintoma foi dor de cabeça. Não era uma dor de cabeça normal, incomodava muito, não era muito forte, mas vinha seguida de uma tontura, dormência na cabeça e isso foi agravando, passei a sentir dores nas costas, gripe muito forte, muita tosse também, já fui para Teresina no oxigênio, não lembro quando estava preparando para me intubar".

COMO CONTRAIU O VÍRUS E COMORBIDADES

"Não faço ideia como contrai o vírus. Quando as comorbidades, talvez eu estivesse acima do peso, não tenho nenhuma outra comorbidade".

MEDO E TENSÃO

"Foi horrível, apesar de eu lembrar pouco, porém pelo o que me contaram, foi um filme que passou, porque na chamada de vídeo, eu chorava muito e pedi para que orassem por mim. Não lembro de nada, quando cheguei em casa é que me contaram, acho que no momento deve ter sido horrível. Até mesmo depois de ser extubado, no momento que tiraram o tubo, eu não estava consciente, eu falava, porém não estava consciente, eles entraram em contato com minha família através da chamada de vídeo, só que eu não conhecia ninguém, é muito remédio forte. Eu vim lembrar da minha saída aqui de Elesbão e chegada em Teresina depois que tive alta, em Teresina não sabia como tinha ido parar ali, a gente esquece tudo".

Com mais de 50% dos pulmões comprometidos, o jovem chegou a ser intubado (Foto: Reprodução)

SOBRE A DOENÇA E RESPEITO AOS PROTOCOLOS

"Confesso que lá atrás eu cometia alguns deslizes quanto as regras e protocolos, quanto ao uso da máscara, distanciamento social, uso do álcool em gel, porém eu contrai o vírus quando comecei a me prevenir, até porque aconteceu coisas na cidade, fatalidades, fui abrindo o olho, e foi exatamente quando passei a ter mais cuidados peguei o vírus, só que eu não imaginava que o vírus me levaria aquela situação e levou, mas graças a Deus estou aqui me recuperando bem".

SERIEDADE DA COVID

"Eu não desejo nem para o meu pior inimigo em um leito de UTI com Covid, é muito complicado, e olha que eu me lembro pouca coisa, até porque eu tomei muito sedativo, fui acordando aos pouco e quando percebi já estava na enfermaria para pegar alta. Lembro pouca coisa da UTI".

MENSAGEM DE ALERTA

"Pedir que usem máscaras e que respeitem o distanciamento social, usem álcool em gel frequentemente porque a boca é quente, sem falar que você corre riscos seríssimo, mesmo você estando na enfermaria, o local onde você fica para pegar alta, você ainda é um paciente grave".

As informações são do site Elesbão News.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

EM BREVE, SUA EMPRESA AQUI